segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Assim me declaro a ti, meu amor


Assim me declaro a ti, meu amor
 — wellingtondias

As saudades que sinto quando estás longe de mim apenas são suportadas pela ansiedade do teu regresso, cada toque teu é como um toque de seda na minha alma, cada vez que me olhas é como se conseguisses ler a minha alma e como ela anseia por ti!

Queria que o mundo parasse quando estamos juntos para nunca ter de te dizer adeus, que esses momentos fossem eternos como o que sinto por ti, pois nada é comparavel ao que sentimos um pelo outro e como nos completamos ate nos mais pequenos pormenores.

Adoro quando me dás a mão, pois elas encaixam como duas peças de um puzzle que foram feitas para estarem sempre juntas, quando me abraças pois sinto-me protegido de tudo e sei que nesse breve momento somos apenas um!!

Amo aqueles momentos quando olhas para mim como se nada neste mundo fosse mais belo do que eu, de como me fazes sentir a pessoa mais bela do mundo só com esse olhar!

Não te quero perder, pois não quero perder uma parte de mim, perder-te seria como perder um membro do corpo porque já fazes parte de mim.

Quero-te sempre ao meu lado, quero sentir-me completo para o resto da vida e nunca mais ter de te dizer adeus, apenas até logo. Quero dizer que te amo todas as vezes que me apetecer e essas vezes nunca vão ser suficientes para descrever o que sinto por ti.

Amo-te por tudo o que és e o que me fazes sentir, adoro-te pela maneira como me olhas e como me chamas à razão quando é preciso, aprecio-te pelos mais breves momentos que passamos juntos e que me fazes sentir único.

Que nada nem ninguém neste mundo separe o que é inseparável, pois nunca mais nesta vida me quero sentir incompleto!

**MEU GOLFINHO...***


Quando sentires frio. Chama-me
Vou te aquecer com minhas palavras de carinho
Segurar-te contra meu peito
Até que sintas este meu amor... confia..
.
Quando te sentires só... chama-me
Estou no final da tua voz...aqui ao pé de ti
Num gesto de mão... um olhar de ternura
Um sorriso... fazer-te feliz
.
Quando te perderes. Chama por mim
Mostrar-te-ei um caminho seguro, confie em mim
Sem lágrimas, sem medos...a teu lado
Eu quero estar...sempre
.
Pegar tua mão, num gesto só meu... beijar-te
Entregar todo o meu sentimento... Só teu
Sem deixar que o teu olhar se perca no horizonte
Em busca do sonho. Tão perto juntinho a ti
.
Não vou sair de teu lado...
Eu te quero.Tu mereces meu amor
Somente estás em meu coração...
Eu quero... eu vou ter te juntinho a mim
.
Quando sentires frio...chama-me
Manterei te em meus braços... Apertadinho
Deixando para trás, tristezas... Solidão
Ouvir nossos corações batendo em uníssono
e teus lábios dizendo" canta para mim uma canção"
A Linda Sereia

domingo, 28 de novembro de 2010

Procuro me..para me encontrar...!!


Procuro em mim, o que não existe em ninguem, mas perco-me na procura, pois o que procuro!... não existe nem aqui, nem ali nem além... procuro o que não está inventado, procuro vida... a vida como a desenho!! Em bocados de papiro, que vislumbram magias... magias de artes perdidas, que eu vou inventado, em todo o este sonhar, sonhar que me faz voar demasiado alto, e ansiar o que não posso ter... é um sonhar que me devia fazer brilhar... faz-me chorar, lágrimas perdidas, de quem nunca vai estar bem, porque sabe que os seus sonhos, não existem... para além dos seus descabidos pensamentos... e um a um... como num castelo de cartas, eles se derrubam uns aos outros... e até me pergunto... quando cairá a última carta... para quando o fim de acreditar, que ainda posso ter mais, do que não tenho em mãos, do que sinto, do que desejo, afinal... não sou mais que ninguém, mas também não sou menos!... será que nem a um terei direito?! será que nem uma das paredes do meu castelo, ficará erguida? como uma torre de menagem, aos sonhos perdidos ou encontrados... de todos nós... que mais ou menos uns que os outros... todos sonhamos em irrealidades, para além destes mundos... todos queremos sair da sombra, e sentir que somos mais que especiais, para alguém... para alguém que do nada pensará em nós... e sentirá... que nós... somos mais que a carne que nos veste, e os pensamentos que nos preenchem... somos uma alma... que é transportada para um coração... num breve pensar, num breve sonhar... de sonhos irreais, que se cruzam magicamente, nas brumas de uma encruzilhada qualquer... até ao caír da última carta... poderei chorar lágrimas de vidas... mas continuarei... firme como uma rocha... a acreditar, que os sonhos irreais, são tão reais como tu, como eu... e como o sol que nos banha e nos aquece a alma... Boa noite ,beijinhos com carinho doces Amigos..

☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ

ANJOS NA TERRA...!!


ANJOS NA TERRA...!!

Acredito no amor...
Acredito no sorriso...
Acredito na gargalhada...
Acredito na humildade...
Acredito na partilha...
Em tudo que nos leve num bom caminho...
Nos anjos na terra...
Trazem sentido em nossa vida ensinaram-me a ver,
ouvir, ajudar o próximo,
agradecer e a respeitar...
Por vezes temos de passar por um período difícil na V!da, e quando pensamos que tudo já passou, vem logo outro a seguir ...

Sofrer faz crescer, amadurecer...
Todos temos anjos que caminham na nossa V!da e nos ajudam,
basta um pedido e eles estão lá...
A ti meu anjo vou agradecer por me ajudares sempre que te chamo.
»Porque Quando a Vida nos Deita Abaixo,
há Sempre um Anjo à Espreita e Te Leva ao Céu...«
Quero ser um anjo, e beijar quem me chame.
Quero amar com fervor do fundo de minha alma...
Terei a minha missão cumprida nesta V!da...
O meu desejo:
Que o amor volte aos corações dos homens...

 ☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ

Depois da ruptura


Depois da ruptura..!! 

Acontece com bastante frequência, que quando a mulher deixa improvisada e irreparavelmente o homem de que está farta e que já não suporta, tem uma experiência de libertação, por vezes até de regeneração. É como se tivesse voltado a ser jovem, muda o estilo de vestir, cuida do seu corpo, quer atrair e sente-se segura e forte quando se dá conta de que muitos homens, também jovens, se interessam por ela.
Tudo isto é lógico, natural, positivo, porque lhe dá a força para recomeçar de maneira nova, mesmo sem ter logo outro amor que afaste o primeiro e sem precisar dele.
porém, é complicado quando esta ruptura acontece depois de uma longa vida em comum. Então a euforia, o ímpeto inicial não duram muito e podem dar lugar a uma sensação de aridez e vazio.
Que não é saudade, nem desejo de voltar atrás, mas a consciência de uma perda. E nem sequer tem muito que ver com a idade. Há mulheres de cinquenta, sessenta anos que foram solteiras por muito tempo e são serenas, tendo uma vida amorosa e sexual. Não, o misterioso mal-estar de que falávamos provém da quantidade de vida em comum a ser rejeitada, esquecida.
O amor experimentado, as penas, as alegrias e as aflições partilhadas, a experiência com as crianças, as lutas enfrentadas em comum, a ajuda mútua durante as doenças, tudo isto tem de ser rejeitado, esquecido. É um abismo imenso, um vazio que seca, torna áridas as fontes do desejo, os sonhos, da esperança. Apagar, esquecer uma parte tão grande da nossa vida põe em crise a nossa identidade.
Não se deve cortar a nossa vida com uma facada, de maneira má.
A vida é breve, quando te viras para trás e te dás conta de que é muito, muito breve, então gostarias de ter guardado um laço, uma ponte com todas as pessoas que conheceste e amaste.
Claro que nós temos de ser exigentes, intolerantes, para poder fazer novas experiências, crescer, mudar. Mas quanta vida, quanta riqueza perdemos.


☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ

Puzzle


Puzzle..!!

Apaixonamo-nos quando, insatisfeitos com o presente, temos a energia para começar outra etapa da nossa existência. Cortamos os antigos laços sociais e começamos uma vida individual e social nova. E não podemos criá-la sozinhos, temos de ser pelo menos duas pessoas: fundir-nos com o outro. Mas quem é a outra pessoa com quem este processo é possível. Eu digo que antes de nos apaixonarmos , estamos á procura de alguma coisa, de alguém.
O amor acontece se encontrarmos aquilo que procurávamos. É como um puzzle em que, a certa altura, a outra pessoa se revela como o pedaço que faltava e, de repente, nos parece o desenho completo: o futuro possível. E, como no puzzle, quando nos apercebemos de que aquele é realmente o pedaço que faltava experimentarmos uma sensação de estupefacção e exultação.
Ao encontramos o homem ou a mulher que corresponde ao pedaço que faltava no desenho, experimentarmos a estranha e desconcertante sensação de termos sido criados de propósito um para o outro e de termos finalmente encontrado. O amor não é uma escolha, é o destino. E, como não conhecemos o desenho que temos como objectivo, e ainda menos o pedaço que falta, este pode ser a pessoa mias incrível, mais assombrosa, qualquer coisa que nunca teríamos imaginado
frequentemente uma loucura!!

 ☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ

O mundo virtual


O mundo virtual..!!

O mundo virtual, está cada vez mais atraente a cada dia que passa. Nos ambientes de trabalho, os funcionários se comunicam por mensagens instantâneas, familiares que não se vêem há anos, retomam o contacto via mail, amigos de escola marcam encontros, e casais que se formam a partir do contacto online . Mas outros casais se separam também por causa das chamadas "traições virtuais". A facilidade que uma pessoa tem de encontrar alguém e engatar um relacionamento, pode ser bastante prejudicial para um namoro ou casamento.
Das imensas possibilidades que a internet oferece, msn, email, sites, uma delas é a oportunidade de um indivíduo ser quem quiser, falar o que se desejar e incorporar uma personagem, e ter uma vida paralela. O anonimato e a interactividade são os grandes trunfos do mundo virtual.
No entanto, não podemos chamar a internet de destruidora de lares, ou acusa-la de ser o motivo de um relacionamento ter fracassado.
A internet não pode ser responsável pela separação dos casais. Estas uniões, certamente já não estavam bem e ela (internet) foi apenas um fio condutor que facilitou a rápida comunicação entre as pessoas, normalmente elas já estavam procurando experiências em outros locais, virtuais ou não, com ou sem sucesso. Por vezes, a pessoa não procura um novo relacionamento. Apenas alguém para conversar, um amigo. "O mundo virtual" é a porta de entrada para um mundo de oportunidades, possibilidades para se fazer novos amigos, de localizar pessoas, marcar encontros para tomar um café simplesmente, e até para sexo casual.
" O perigo reside precisamente na intimidade que se adquire com a pessoa que se encontra do outro lado do écran, mesmo sem a presença física dela.
As pessoas têm a tendência a evitar contactos que se possam de alguma forma causar futuras frustrações e tendem idealizar, o "outro". Dessa forma, depositam, essas expectativas na pessoa que se encontra do outro lado virtual, que pode, afinal de contas ser qualquer um que se desejar. Partilhar experiências e fantasias s...no universo virtual, pode ser mais excitante e provocar uma sensação de intimidade maior do que ter uma relação s...em casa com a pessoa que connosco partilha o nosso dia a dia. É comum também, as pessoas, apagarem os seus perfis, quando iniciam um relacionamento, para evitar conflitos, uma vez que a internet acaba com a privacidade do casal. Mas assim como o mundo virtual, pode ser uma ameaça a um relacionamento, também pode aproximar pessoas. Especialmente pessoas tímidas e solitárias que conseguem uma via para expressar seus pensamentos e terem conversas interessantes que de uma outra forma nunca o fariam, uma vez que se podem expor sem se identificar.

☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ

Desilusão...


Desilusão...!! 

Há dias que espero atitudes, reacções, palavras que simplesmente teimam não passar da minha própria vontade...
Vontade de sentir compreensão, gratidão, e talvez algum carinho se eventualmente tenho direito a isso...

Sinto apenas obrigações, deveres... onde se escondem os meus direitos, a minha retribuição emocional, as palavras que outros ouvem sem dar valor e das quais eu me alimento mas de forma tão racionada...

ou serei eu que espero demais dos outros... Dou de mim porque quero, porque essa é a minha vontade... preciso mesmo sentir ou esperar algo em troca?

Todos nós temos um pouco de egoísmo escondido no nosso interior...

tu não tens?

eu talvez tenha, tenho com certeza mas não de forma exacerbada, desmedida, ou perigosa.

Sou egoista quando quero o melhor para mim...

ou serei apenas alguem que precisa de amor?

Sou egoista quando espero um gesto de gratidão...

ou serei apenas humana e carente de afectos?

Sou egoista em querer sentir os outros de forma mais profunda ainda que não seja essa a vontade que me enfrenta...

ou estarei apenas apaixonada, serei amiga ou apenas caridosa?

Hoje sinto-me compreensiva... aceito o que considero ser "falhas" dos outros em virtude do que poderá ser fruto do meu proprio egoismo... ainda que não seja por isso sinto-me mais forte assim, mais independente.

sinto-me também ansiosa e cheia de vontade.

... de ver as pessoas que me são queridas, de festejar uma qualquer coisa que o mereça, de ver o sol... de sentir o calor, de amar, de sentir o cheiro do que é meu, do que quero para mim...

queria poder abraçar o mundo e de repente sentir o mundo todo dentro de mim... quero tudo e tão pouco.. porque afinal a vida é isso mesmo TUDO e tão pouco., alucinante e tão fugaz, tão cheia de momentos, experiências, recordações e anos vividos mas tão espontâneo, impulsivo, repentino e ...curto.

Quero o mesmo de sempre... Viver, sentir e amar ao lado das pessoas que de forma egoista amo tanto.

Ainda que não me dêm o devido valor...!!

☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ 

Sofrimento...


Sofrimento...!!

Definitivo, como tudo o que é simples.
A nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Sofremos por quê?
Porque automaticamente esquecemos...
o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projecções
irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado
do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter
tido juntos e não tivemos, por todos os e livros e silêncios que
gostaríamos de ter partilhado,
e não partilhamos.
Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque o nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas
as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um
amigo, passear, namorar.

Sofremos não porque nossa a mãe é impaciente conosco, mas por todos os
momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela as nossas mais profundas
angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo
confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma
pessoa tão especial, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez
companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um
verso:

Se iludindo menos e vivendo mais!!!
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida
está no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do
sofrimento, perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional....!!

☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ 

Descoberta...


Descoberta...

Talvez a verdadeira excitação esteja hoje em ver
uma mulher se despir de verdade - emocionalmente. 
Nudez pode ter um significado diferente.

Muito mais intenso é assistir a uma mulher desabotoar
suas fantasias, suas dores, sua história.

É erótico ver uma mulher que sorri, que chora,
que fica linda sendo sincera, que fica
uma delícia sendo divertida, que deixa qualquer
um maluco, sendo inteligente.

Uma mulher que diz o que pensa, o que sente
e o que pretende, sem meias-verdades, sem esconder
seus pequenos defeitos - aliás, deveríamos nos orgulhar
de nossas falhas, é o que nos torna humanas,
e não bonecas de porcelana.

Arrebatador é assistir ao desnudamento de uma mulher
em quem sempre se poderá confiar, mesmo que vire ex,
mesmo que saiba demais.

Não é fácil, expôr nossos segredos
e insanidades, revelar nosso interior. 
Mas é o que devemos continuar fazendo. 

Despir nossa alma e mostrar pra valer quem somos,
o que trazemos por dentro.

Não conheço descoberta mais sedutora...!!

☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ 

Nunca há tempo...


Nunca há tempo...!!

Nós sabemos. Mas não pensamos muito nisso. Talvez numa tentativa de enganar a vida.

Ou não pensamos para não termos a certeza de como somos pequeninos.
Ou até, quem sabe, nos iludimos numa eternidade que nem temos.
É por isso que tudo é adiado. Porque amanhã eu vou, eu faço, eu digo...

Esquecendo por segundos que amanhã, ou um qualquer amanhã, não estarei aqui.

Numa coisa ou noutra, importante ou não, grande para uns e sem significado para outros, todos nós, adiamos algures a vida. Adiamos alguma coisa...
Por isto ou por aquilo fica para depois.

E na pressa dos planos, esquecemos o mais importante. Não paramos para ver, para sentir, para conversar.
Hoje as pessoas já não dialogam.

Já não há tempo. Nunca há tempo.
Não lembramos, ou esquecemos que um dia, teremos todo o tempo. E teremos tempo, quando já nada houver o que fazer com ele.

Andamos assim, distraídos nos problemas que pensamos ter porque não podemos entrar nos outros e conhecer com exactidão a dimensão dos deles.
Vivemos em circulos. Andamos às voltas sem nunca sair do lugar.
E passamos perto de coisas belas sem as admirar porque nos parecem coisas sem conteudo.
Na pressa. Na falta de tempo...

... e só depois, muito mais tarde, numa altura em que nos doi cá dentro por saber que não podemos voltar atrás, nos damos conta.
E só depois percebemos das coisas que estavam ao nosso lado e nós não percebemos.
Distraídos que andamos a planear a vida, enquanto essa mesma vida nos passa ao lado no mesmo instante em que passamos ao lado dela.

E só depois percebemos... só mais tarde nos damos conta...
Que não vimos.
Que não sentimos.
Que não vivemos.

☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ 

A mediunidade de Chico Xavier


“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.” Emmanuel.

A mediunidade se manifesta em alguns poucos indivíduos e, em cada um deles, tem suas particularidades. No caso de Francisco Cândido Xavier, sua comunicação com o mundo espiritual se dava de inúmeras formas. Clarividência e clariaudiência foram os primeiros sinais de mediunidade, o que começou apenas aos 4 anos de idade. Chico relata inúmeros encontros com a mãe (após sua morte) quando estava beirando os 5 anos de idade. A mãe o consolava e o encorajava diante das dificuldades que ele já começava a enfrentar.
Outras manifestações mediúnicas começaram a se desenvolver com o passar dos anos, incluindo a psicografia. Ao todo, foram 412 livros, dos quais os direitos autorais foram repassados a instituições beneficentes. Além disso, cartas de falecidos dirigidas aos familiares que Chico nunca antes estivera em contato, continham inúmeros detalhes que comprovavam ser realmente dos espíritos, além é claro, de suas próprias assinaturas.
Nas psicografias, Chico podia escrever em várias línguas, de trás para frente (invertidas) e com as duas mãos com muita velocidade. Ele chegou até mesmo a escrever duas cartas diferentes cada uma com uma mão. Há pessoas que acreditam que essa habilidade fosse uma técnica aprendida por Chico e que não representava manifestação alguma de mediunidade. Entretanto, há de se convir que ele veio de uma família mineira pobre, trabalhou desde jovem e dedicou sua vida à comunicação entre os planos espiritual e físico e, por isso, não teve tempo para aprender essas arduosas técnicas.
É importante citar aqui, a presença marcante de seu guia espiritual, Emmanuel, que além de encorajá-lo em sua trabalhosa tarefa que necessitava de muita disciplina e energia, dirigia também mensagens de bondade e paz à humanidade. Emmanuel, por exemplo, disse que Chico só morreria no dia em que todos os brasileiros estivessem felizes. Ele veio a falecer no dia 30 de Junho, de parada cardíaca, horas após o Brasil conquistar o pentacampeonato.
O filme é fiel aos acontecimentos e muito importante para que as pessoas entendam que o espiritismo não anula outras crenças, apenas se acrescenta a elas.

Chico Xavier, mediunidade

sábado, 27 de novembro de 2010

ESCREVO PARA TI MEU ANJO......


ESCREVO PARA TI....!!

Nem sei como começar, tenho tanto para dizer…. Mas as palavras me faltam… Nem sei se vais querer ler tudo que este coração saudoso grita…. Mas com certeza, é a única maneira de me sentir bem comigo mesma… As horas passaram, os dias, os meses... Nada fez mudar esse sentimento dentro de mim... Aquela sensação de afecto, atraccão e amor, não diminuíram…. Continuo a sonhar-te a querer-te… Eu preciso do teu sorriso do teu olhar…Tu me trazes uma tranquilidade e um desespero que não sei descrever…. Nada é mais angustiante do que estar apaixonada e não dever… ….sonhei viver a teu lado... e hoje estou tão longe de ti… Eu penso em ti anjo meu…vives dentro de mim…. Eu adoraria entender o porque entraste na minha vida e gravaste o teu nome dentro de meu peito….Hoje tu fazes parte dos meus sonhos … Sonhos que são uma bela realidade… Mas a realidade de vida não nos permite sonhar …. E ao acordar fico com a ideia que a fantasia se tornou realidade... És o meu sonhar és o meu pensamento… Se pensaste que alguns dias ou meses de ausência matariam este sentimento , ou se fosse apenas uma paixão platónica e rápida…. Enganaste-te… ...AMEI-TE e AMO-TE…ainda… Meu amor eu espero por ti… ...sempre te vou esperar… O teu sorriso, o teu olhar e o teu abraço um dia será só meu… Lutarei por ti…. Gostaria muito de estar junto a ti neste momento, tu não imaginas tudo que sinto, pois amor não dá para ser visto, só dá para ser sentido, mas mesmo assim fica um pouco difícil de mostrar o seu verdadeiro tamanho... Escrevo estas palavras agora com todo meu sentimento aflorando pelos poros. Escrevo estas palavras não com os dedos no teclado, mas com o coração pulsando, pulsando muito, e cada vez que penso em ti, te sinto ao meu lado... ...Estas em mim…. ...AMO-TE… 

@DoceSonhar@

QUEM SOU ...COMO SOU..!!

Gosto do sol e do luar, de ouvir no escuro as ondas do mar.Gosto de contar as estrelas sem fim...Um amigo sincero é tudo para mim. Gosto das flores viçosas. de lírios e de rosas amarelas. De ouvir música baixinho e de perto o chirlear dum passarinho.
Gosto da beleza, da lealdade, não gosto mas suporto uma ruim verdade. Gosto de agradecer a quem me ajudou, não apoiar, mas perdoar quem errou. Perdôo mas não esqueço. Gosto do que é moderno, mas não de modernices. De ouvir o fado quando sinto saudade. E tenho saudades dos meus pais e dos campos de papoilas.
Não lido bem com o factor tempo; penso que não saberei envelhecer..
Sou do signo Balança com ascendente em leão, ao contrário do que se lê sobre o tema, prefiro fazer do que mandar. Fujo dos conflitos mas enfrento os problemas. Prezo muito o meu espaço e a minha liberdade e fico furiosa quando ma tentam roubar. Peço forças para suportar o que não posso mudar. Sigo os meus próprios passos. Confidências, faço-as ao espelho, segredos conto-os ao mar...
Gosto de rir, de brincar sem ofender, do silêncio para pensar, da multidão para esquecer. Gosto dos barulhos da noite. Não gosto de lágrimas, mas choro.Porque tenho um coração que ás vezes não cabe no peito. Sou apaixonada. Sou sensível e a sensibilidade rouba-me as energias.
Gosto de usar jeans; ás vezes troco-os por saias e sapatos de salto alto. Gosto dos meus olhos verde e de cabelo escuro. E de batôn vermelho.
Tento ser uma pessoa melhor com tudo o que aprendi. Gosto de todas as letras dos livros que li...sou fraca não luto...sou forte venci!
Ajo muitas vezes por instinto...e ainda fica muito por dizer...Deixo aqui a música que mais mexe comigo, é como se essa fosse a minha melodia.... 
Deixo ainda um poema que apesar de ser meu, me define melhor do que eu


Inocência

Na viagem pela vida eu já senti,
A dureza de momentos já vividos,
Marés de ternura eu esqueci me,
Nos meus braços fracos já doridos

Anseio reprimida e sufocada,
Soluços no meu leito de embalar,
O riso tão ingénuo foi trocado
Por uma louca vontade de gritar.

Até quando continua a incerteza
De reviver os meus sonhos de pureza
Solitários, neste mundo tão sem jeito;

Com amor e regadas na lembrança
As flores que colhi quando criança

São as que hoje sorriem no meu peito.

D.Mary

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

A VALSA....

A Valsa...Dança cmgo meu Bébé

Agora, aqui, neste momento, quero-te
Quero sorrir para ti, quero olhar-te
Quero que te percas no verde dos meus olhos
No traço dos meus lábios, no desenho do meu rosto
Quero que o tempo pare
E que dançássemos de novo aquela valsa
Começar de novo, sem mentiras, sem enganos
Queria tocar os teus cabelos, olhar nos teus olhos
Acariciar o teu rosto, sentir o teu perfume
Sonhar ao som da tua voz, arrepiar-me com o teu toque
E que aquela valsa durasse para sempre
Vem, dançar comigo, tu e eu, olhos nos olhos
Corpos colados, desejos comuns
E ao som da valsa quero te beijar
Sentir o teu peito no meu, a minha boca na tua
E que as nossas línguas continuem a dançar
Os nossos olhos se amem em silencio
Enquanto eu te vou acariciando, tocando
Quero amar-te como naquela noite da primeira valsa
Loucos, destemidos, ardentes, seduzidos pela musica
E sobretudo pela cumplicidade dos nossos olhares
A tua roupa quero tirar, devagarinho para que sintas
A suavidade do meu toque, o carinho com que te percorro
Sem pressas, como se o mundo pára-se para que tu eu fizemos amor
Corpos húmidos, desejos ardentes, paixões vibrantes
Assim somos nós enquanto tocar aquela música
Sem tabus, sem preconceitos, largas a imaginação
Doidos de prazer, cheio de tesão, e quando aquela valsa acabar

Tu e eu adormeceremos ate que a valsa volte a tocar...!!ADORO TE cda dia mais e mais..muuu@@@@....muuuu@@@@@ Amor


AQUI ESTOU..!!

Aqui estou ...!!
Aqui, sentada neste pequeno barco, contemplo o mar que reflecte o negro que a minha alma transporta, negro mais intenso do que o da noite que, hoje, estrelas não tem. Escorrem lágrimas pelas minhas faces como carícias que a saudade implora. As gaivotas sobrevoam-me, em círculo, com gemidos ensurdecedores como o presságio de um fim desconhecido. Dentro de mim, um vazio imenso corre pelas minhas veias, percorre e preenche todo o meu corpo. Não quero a solidão, quero estar só. Deito-me, encolhida, e cerros os olhos com uma placidez angelical. As ondas, numa crescente agressividade, batem nos lados do barco, arritmicamente, arrastam-no para o mar alto, enchem-no, afundam-no. Permito a, tão deliciosa, água salgada entranhar-se em mim, como se ao ventre que me gerou voltasse. A pulsação enfraquece, o coração agradece. O corpo, num sorriso, padece.
☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ

VEM MEU ANJO....

Vem meu Anjo

Caminho, errante, na penumbra, que temo, dos meus pensamentos. Afasto com as mãos as nuvens negras que te escondem, até te encontrar sob a estrela que me ilumina e serena e beijo-te com os meus dedos. Como num ápice em que um sopro forte do vento apaga uma vela, as nuvens adensam-se, afastam-te de mim, desvanecem os caminhos que desenhaste com a tua luz para eu percorrer aquando a fadiga se me abate. Um redemoinho de imagens turvas, de vozes roucas, de saídas fechadas apossam-se da minha alma, aterrorizam-na, apossam-se do meu corpo, que trémulo e dolente fica. Fujo, fujo de um estado de loucura visionada! Aninhada, estendo os braços à noite escura, peço que afaste as nuvens que me consomem e me permita a minha estrela sempre ver quando ao meu lado tu não estás. Ao mar, peço que lave o meu rosto destas lágrimas que caem no meu peito, rasgando-o, como lanças afiadas e me purifique. À brisa, entrego o teu nome numa invocação de amor. Desfaleço...

Envolve-me nos teus braços, meu amor, protege-me do que me corrói!, da fraqueza que reina dentro de mim. Vem, leva-me contigo!

☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ 

TUA

TUA

Sabes, amor meu, quando estamos juntos, a minha timidez emudece a minha voz, prende as palavras que anseio por te dizer. [Eu sei,Tó., eu sinto, eu leio no teu olhar e, algumas, descubro-as.] Perdoa-me, sei o quanto gostarias de as escutar. [O teu corpo desenha-as no meu com pincéis de luxúria e danças sensuais que provocam-no e acordam-no.] Será que as ouves quando te acaricio com as minhas mãos mergulhadas em desejo e te percorro com beijos húmidos de paixão? [Tó., nas nossas viagens de amor, envoltas em volúpia, pelos nossos corpos, eu ouço-te, mas finjo que não por querer que me sussurres os desejos que ocultas.] Quando deslizas as tuas mãos pelo meu pescoço, pelos meus seios despertos, pelo meu ventre e continuas a descer pelas minhas pernas com carícias exaltantes e sobes, pelo interior das minhas coxas e delicias-te no meu âmago, enlouquecendo-me de prazer. Sentes? [Com o teu corpo nas minhas mãos, sinto o teu tremer, ouço os teus gemidos contidos nos quais me pedes que em ti entre.] Quero-te. Quero-nos um. Olho para ti e, como se nos meus olhos lesses, entrelaças os teus dedos nos meus e entras em todo o meu ser sedento de mim, saciando-nos. Estrelas coloridas, lançadas por uma explosão de amor e prazer, embelezam estes momentos singulares em que nos amamos. [Extasiados e extenuados, repousamos no leito coberto por pétalas de rosas que do nosso cheiro se tomaram. Contigo nos meus braços, faço-te as perguntas que sabes de cor. “Amor meu…”. Beijo-te.] O tempo não escasseia porque eterno é o nosso amor. Por isso, amor meu, um dia, quando a minha voz for música que componho para ti com as palavras que se ocultam, estas estrelas serão ainda mais brilhantes!... 

☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ 

SERENIDADE


SERENIDADE

Quero que me acalmes! 

Quero sentir a tua mão…
Não quero ouvir nada…
Nem palavras… gestos... ou sinais...
Quero apenas sentir -te
tocar a minha pele…
Com um toque subtil… bem de leve… como só tu sabes…
Com o toque suave da tua pele…
Com o toque dos teus lábios
Com as tuas mãos a percorrer o meu corpo…
No silêncio da noite os nossos corpos
comunicam e vibram na mesma intensidade…
Cala-me o ruído
nos meus ouvidos fartos deste silêncio…
Refresca-me no teu oásis
Com a tua fonte de água transparente
que me dá tranquilidade… serenidade...
Faz-me sorrir...
Dá-me mais… muito mais…
Na confluência das nossas energias
do encaixe perfeito dos nossos corpos
e da doce vontade de partilhar esses instantes…
Nossos momentos dum prazer calmante.
Quero que me acalmes!
Quero-te…
Para que suscites em mim
Um misto de sensações
Um rol de emoções
Um mar de prazer sem fim.
Quero-te…
Para que acaricies o meu coração…
Os sentidos que me despertas…
Quero que os teus braços me apertem
E me envolvam em sedução.
Quero-te…
Para mil fantasias viver
Nas estrelas mergulhar
Em tua fonte me saciar
E por fim adormecer.

☆●•٠·˙DoceSonhar ๋● ღ ☆ ૐ 

QUANDODO UM HOMEM SE APAIXONA

O que acontece quando um homem se apaixona? Como reage esse coração, tão pouco habituado a sofrer por amor, a manter alguém 24 horas por dia no pensamento? Ele é pego de supresa e reage de forma surpreendente, fica vulnerável, emotivo, passa a prestar atenção, numa série de situações que até então não acontecia. O espelho passa a exercer atracção. Fica vaidoso, sensível, tonto. Adorável tonto. Mas...esconde. Deve ser uma terrível gafe demonstrar sentimentos. Aparentemente é condenável, ser simplesmente humano, todos temos de tudo dentro de nós. O poder, a beleza, o bem, o mal, o masculino, o feminino, o yin e o yang. Mas esse homem apaixonado, passa a ser exigente, a ter carências e vicissitudes. E se você souber lidar com esse homem apaixonado, será uma mulher cheia de sorte, porque ele tudo fará para a ver feliz. Acolha-o, sinta-o, mime-o, ame-o, deixe-o sentir o seu amor fluir. Mostre a ele a correspondência de sentimentos, mas não o prenda. Deixe-o livre para escolher estar consigo, preferir você a qualquer coisa, mas por vontade dele. O erro de muitas mulheres é querer prender o homem, controlar os seus passos, cercá-lo, não de afecto mas de desconfiança. O homem apaixonado, tem um mundo novo e muitas das vezes, não sabe lidar com ele. Fica inseguro, ciumento, quer agradar, quer inundá-la de carinhos, mas quer manter a sua habitual liberdade. Há que se lidar com a liberdade, assim como se lida com a delicadeza da paixão. Á que estabelecer limites, o outro é o outro e você é você. O outro não é o seu espelho e nem seu ideal e objectivo, nada de se anular em função do amor. Essa é a diferença entre a mulher apaixonada e o homem apaixonado. Ele não ama menos, não sente menos, não sofre menos por amor. Apenas ele sempre teve a sua individualidade, a sociedade o permitiu desde o início dos tempos, enquanto nós, mulheres, aos poucos vamos ganhando terreno na igualdade de direitos, inclusive o direito ao seu espaço individual na relação a dois. Assim sendo quando encontrar um homem apaixonado, ao se apaixonar por ele, não abra mão do seu espaço, da sua individualidade, porque só assim poderá entender a sua postura e aproveitar tudo que a paixão e o amor correspondidos podem fornecer de forma sadia a ambos..!!

@DoceSonhar@



terça-feira, 23 de novembro de 2010

Te espero...


 

Te espero...

Vou deixar meu rastro

no silêncio, com cheiro
daquela flor da noite que você adora, pra você seguir.
Vou sumir pra aquele ponto no infinito
onde nossos olhares se encontram
Te esperar naquela cama
Onde seus sonhos desposam os meus..
Abraçada aos lençois
Onde os suspiros são todos teus...
E vou esgotar o hoje em orgasmos múltiplos
pra que o futuro chegue breve me trazendo você...
Vou embrulhar o ontem num papel de seda
pra nós abrirmos juntos quando o dia amanhecer..
Mas vê se não demora
eu só posso esperar
por toda vida.....

Sandra Freitas